fbpx
HyTrade Inbound Marketing

Entendendo os cookies, parte 1: um Guia para Consumidores

por dionei

Por Martin Laetsch

Em todo lugar onde navegamos, cada vez que compramos online, os cookies lá estão, esperando por nós. E embora, pelo menos na teoria, esta situação pareça deliciosa (e algo sinistra), quase todos nós sabemos que os cookies de navegadores (browsers) são apenas um fato da vida quotidiana na era digital. É por isso que é importante entender os cookies e como nós podemos usa-los, sem deixar que eles nos usem.

Os cookies são pequeninos arquivos de texto que tomam experiências ordinárias online e as tornam personalizadas, relevantes e, até mesmo, gratificantes. Usando rastreadores e cookies online, as empresas online são capazes de ter uma melhor percepção dos interesses dos seus clientes e prospectos, para poderem enviar publicidade dirigida e mensagens de marketing feitas sob medida para eles. De acordo com uma enquete realizada pela empresa de pesquisas Zogby Analytics, 70% dos que responderam disseram que gostariam de ter pelo menos alguns anúncios dirigidos diretamente para os seus interesses, em comparação com 16%, que preferiram ver apenas anúncios genéricos de produtos e serviços.

Entretanto, para algumas pessoas, anúncios dirigidos as fazem sentir-se seguidas ou vigiadas. Esta ansiedade pode leva-las a deletar os cookies, ou mesmo a bloqueá-los. Como consumidores online, a nossa privacidade está se tornando uma mercadoria. Como você vê esta situação, dependendo da sua idade? De acordo com uma pesquisa do Annenberg Center, as pessoas com idade entre 18 e 34 anos estavam mais dispostas a permitir acesso aos seus dados pessoais ou ao seu comportamento na web que grupos de pessoas mais idosas, desde que recebessem em troca benefícios tangíveis.

Cabe a nós entender o direcionamento de publicidade e a análise de comportamento para podermos tomar decisões informadas sobre quais níveis de privacidade são importantes para nós, o que estamos dispostos a compartilhar e até que ponto os benefícios de permitir acesso aos nossos dados podem ultrapassar alguma potencial inconveniência. E isso começa por entender como os cookies e as soluções de rastreamento na web funcionam.

O que é um cookie

Em primeiro lugar, vamos definir o que é um cookie. Sob ponto de vista de um consumidor, um cookie é uma pequena quantidade de dados armazenados sob a forma de um arquivo de texto no cache de armazenamento do seu navegador. Os servidores da web passam cookies para o seu navegador da web quando você visita certos sites da Internet. Esses cookies geralmente contêm um número de identidade e a URL que definiu o cookie. O website visitado armazena um arquivo correspondente (com a mesma identidade) de forma a poder rastrear e manter qualquer informação que você forneça voluntariamente ao visitar o site, como, por exemplo, o seu endereço de e-mail.

Os cookies são frequentemente usados para permitir melhores experiências online para o usuário. As lojas frequentemente usam cookies para rastrear qualquer informação pessoal que você digitar, bem como por quais páginas você navegou e quais foram os itens no seu carrinho de compras. Muitas pessoas acham que os cookies ajudam muito. Quando você não precisa digitar novamente a sua informação cada vez que visitar o site, ele economiza muito tempo e trabalho para você. Entretanto, em virtude dos cookies serem específicos dos navegadores, o website que lembra o seu nome quando você usa o Firefox não o lembrará de quando você o visitar usando o Chrome.

cookiesOs cookies temporários, também chamados “cookies de sessão”, são automaticamente removidos do seu computador quando você fechar o seu navegador da web. Os websites os usam para armazenar informação passageira como itens pelos quais você navegou recentemente. Os cookies persistentes ficam no seu computador após você fechar o seu navegador. Eles são usados para que você não tenha que digitar novamente informações, tais como o seu nome e senha, cada vez que você visitar o site. Os cookies persistentes podem ficar no seu computador durante dias, meses, ou mesmo anos. Suponha que você esteja comprando online e abandone o seu carrinho de compras. Se você visitar novamente o site, e ele o lembrar de que você tem itens no carrinho de compras, então o site está usando cookies persistentes.

Os cookies originais, ou primários, são feitos pelo website que você está vendo, o que significa que qualquer informação obtida é proveniente do seu relacionamento direto com aquela organização. Os websites podem usar esses cookies para rastrear informação sobre a sua visita, que eles reusarão da próxima vez que você entrar nesse site. Por exemplo, se você fizer uma transação bancária online, o seu banco usará cookies para rastrear as suas preferências bancárias. Varejistas online podem configurar um cookie no qual você pode salvar o número do seu cartão de crédito e o seu endereço de compra no site.

Os cookies de autenticação são usados por servidores da web para verificar se o usuário está conectado ou não e em que conta ele está logado. Sem eles, os websites não seriam capazes de dizer se devem ou não enviar uma página que contiver informações confidenciais. Eles precisariam sempre que o usuário se autenticasse ao entrar no site. Qual é a segurança dos cookies de autenticação? Isto depende da segurança do website que os configurou, bem como do navegador da web que você está usando, além de se os dados do cookie estão criptografados ou não.

Muitos sites também usam cookies de terceiros. Isto significa que os seus dados podem ser coletados por uma empresa com a qual você não tem um relacionamento direto. Por exemplo, quando você visita o site BigRetailer.com, o seu navegador configura diversos cookies associados a esse domínio. Quando você estiver nele, estes são os cookies primários (ou originais). Se você visitar outro site como o SmallerRetailer.com, ele pode solicitar arquivos do BigRetailer.com, inclusive cookies. E isto significa que eles são agora cookies de terceiros.

Empresas terceirizadas acumulam às vezes informação de diversas fontes, tanto online como off-line, e constroem perfis baseados na atividade online das pessoas que eles rastreiam. Isto é possível porque eles têm relacionamentos com diversas organizações (que configuram os cookies nos seus sites) que coletam dados sobre os seus visitantes e então os compartilham com o terceiro. A informação coletada poderia ser informação pessoalmente identificável (IPI), que são dados que poderiam ser usados para reconhecê-lo como um indivíduo. Ela poderia também ser (e geralmente é) agregada aos seus dados de tendência (com toda IPI retirada, ou não coletada, para começar) que as empresas esperam que mostrem a elas o que está acontecendo no mercado.

O que um cookie não é

Agora vamos definir o que um cookie não é. Um cookie não é um vírus ou uma peça de software. Ele é um arquivo de texto que é configurado no seu computador até que você o delete. Livrar-se de cookies ou impedi-los de serem colocados não é o mesmo que limpar o seu histórico de navegação ou deletar o seu cache da web. Se você estiver preocupado sobre ter uma identidade no seu computador que liga a informação sobre os sites que você visitou, ou se você está preocupado com a possibilidade de hackers usarem cookies para roubar a sua identidade, você deve gerenciar, deletar, ou até mesmo bloquear os cookies.

A maioria dos navegadores modernos facilita para você estabelecer o nível de controle necessário; apenas busque a informação sobre como gerenciar cookies relacionada ao seu navegador e sistema operacional. Lembre que se você bloquear cookies, você sempre terá que redigitar os seus dados cada vez que visitar um site. Portanto, se você confiar numa marca, você pode querer deixar alguns cookies no seu computador.

Os cookies são também diferentes de clear gifs (também chamados de balizas da web). Estes são usados para ajudar os websites a gerenciar conteúdo, obtendo informação sobre qual conteúdo é eficaz. Clear gifs são pequeninos gráficos com um identificador único. Eles são usados para rastrear os movimentos online dos usuários da web. Ao contrário dos cookies, que são armazenados no disco rígido de um computador, os clear gifs são embutidos invisivelmente em páginas da web.

Você deve se livrar dos seus cookies?

cookiesEsta é um a pergunta que somente você pode responder. Você precisa decidir se ter os benefícios de experiências customizadas da web ultrapassam a confidencialidade da informação que está sendo coletada. Isto se parece muito com usar cartões de recompensas no seu supermercado. Você permite que eles rastreiem o que você compra e eles lhe dão cupons e descontos relacionados ao seu histórico de compra. Algumas pessoas se preocupam com as implicações sociais dos seus dados serem rastreados. Outras veem a Internet como sendo dirigida para o marketing. Um mundo online sem publicidade seria um lugar bastante diferente, e os cookies são o combustível dos anúncios dirigidos.

Entretanto, se você tem preocupações sobre os cookies, você deve verificar as configurações de privacidade do seu navegador (em preferências). A maioria dos navegadores têm configurações que o deixarão deletar ou bloquear automaticamente os cookies do seu computador. E lembre que cada dispositivo que você usar tem o seu próprio conjunto de cookies; portanto, você deve verificar as configurações dos seus dispositivos móveis, bem como as dos seus computadores.

Veja, a seguir, onde encontrar informação sobre como gerenciar e deletar cookies dos navegadores populares e dos dispositivos:

Você também pode usar um aplicativo como o Ghostery. Ele mostra o rastreamento que está ocorrendo quando você navega na web e permite que você o bloqueie se você quiser.

Tenha em mente que certos sites não funcionarão adequadamente se os cookies forem removidos ou deletados. Portanto, considere a possibilidade de manter esses cookies – e tente ter um papel mais ativo ao gerencia-los. Afinal, os riscos são pequenos e as recompensas podem ser significativas.

Veja aqui: Entendendo os cookies, parte 2: um Guia para Profissionais de Marketing

Sobre o autor: Martin Laetsch é o Diretor de Marketing Online da Act-On Software. A Act-On é a empresa de automação de marketing que cresce mais rapidamente no mundo; a sua plataforma de automação de marketing baseada em nuvem é a base do sucesso das campanhas de marketing em todo lugar – desde pequenos, simples e diretos, até programas complexos e globais implantados. Martin é um líder de estratégia de marketing, com mais de 15 anos de experiência em empresas proeminentes, orientando gerentes de produtos e de marketing. Enquanto esteve na Intel, Martin definiu, construiu e gerenciou o primeiro programa mundial de classe empresarial de busca de marketing, que se tornou padrão para gerenciar programas de marketing digital para muitas empresas do grupo Fortune 500, incluindo a Dell, IBM, HP e P&G. Perfil Google+

Fonte: Act-On Software

Tradução: Fernando B. T. Leite

® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.

[wt_divider_line margin_top=”20″ margin_bottom=”20″]

Materiais gratuitos para você baixar!

[wt_portfolio column=”2″ ids=”2983,4654″ desc=”false” category=”false” more=”false” moreText=”Leia Mais »” order=”DESC”]

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário

* Ao realizar este comentário você concorda com a nossa política de privacidade.