fbpx

Uma análise SWOT para a sua estratégia de automação de marketing B2B

por HyTrade
análise SWOT

Uma análise SWOT é um fundamento da escola de administração de empresas. Mas, é ela ainda relevante? Como outros acrônimos, a análise SWOT nunca sai de moda. Ela é um grampo da caixa de ferramentas de um profissional de marketing – e, de fato, esta pequena ferramenta pode ajuda-lo a liberar grandes ideias, percepções e inspirações. Vamos ver o que uma análise SWOT pode fazer para a sua Estratégia de Automação de Marketing B2B.

O que significa uma análise SWOT?

Uma análise SWOT é um acrônimo que significa “Strengths, Weaknesses, Opportunities, and Threats”, ou, em português, pontos fortes, fraquezas, oportunidades e ameaças. É um exercício e uma técnica na qual você plota listas de cada um desses tópicos e analisa os resultados. Você pode realizar uma análise SWOT da sua empresa, de um lançamento específico, ou até da sua estratégia de automação de marketing.

Uma análise SWOT de sucesso o ajuda a conhecer todos os ângulos do que está sendo analisado – os bons e os maus. Ela deve também ajuda-lo a gerar novas ideias.

Alguém ainda faz análises SWOT?

Você pode ter criado análises SWOT se você cursou administração de empresas, e então tê-las descartado, pensando que elas estavam apenas reservadas para as salas de aula. Vale a pena ainda fazê-las? Alguém ainda se importa com elas?

Você pode apostar que sim.

O processo da análise SWOT é demorado, mas, ele também pode ser muito valioso. Realizando o exercício, você toma os conceitos e os dados que estão na sua cabeça e os plota na realidade. Uma análise SWOT pode ajuda-lo a ver as coisas sob uma nova perspectiva.

Como fazer uma análise SWOT – a versão curta e a melhor.

Uma análise SWOT pode ser feita em alto nível, ou pode ser granular, como você quiser. Uma opção, é usa-la como um exercício de aquecimento mental – algo que te faça começar a pensar e que desperte a sua inspiração. Por esse motivo, recomendamos mantê-la em alto nível e num nível básico. Veja os passos:

  • Faça quatro quadrantes: Pontos fortes, Fraquezas Oportunidades e Ameaças.
  • Comece acrescentando pontos (itens), ou uma lista em cada quadrante. Estes podem sair do topo da sua mente e/ou de materiais existentes sobre uma marca, um produto ou uma estratégia de marketing.
  • Coloque os resultados das pesquisas. Pesquise na web para descobrir o que os clientes, os concorrentes e os analistas estão dizendo. Você também deve colher as percepções dos colaboradores.
  • Dê um passo atrás e analise o que você estiver vendo. Há coisas que se destacam? Você descobriu quaisquer padrões, ou bandeiras vermelhas, que devem ser abordadas? Anote isto.
  • Refaça este exercício periodicamente.

Mergulhe fundo: realize uma análise SWOT da sua marca

Agora que você já tem uma ideia geral sobre uma análise SWOT, vamos realizar o exercício. Pegue uma folha de papel, ou um quadro branco e explore esses conceitos (Nota: recomendamos que você saia do seu dispositivo digital, e realize o exercício com uma caneta, lápis, ou com um marcador de quadro branco).

Em primeiro lugar, de que você fará a análise SWOT? Você pode escolher toda a sua empresa, ou uma divisão específica, ou como utilizar a sua plataforma de automação de marketing. Escolha uma dessas alternativas. Para este exercício, vamos pensar na sua empresa. Para cada categoria abaixo, escreva pelo menos cinco itens em cada quadrante.

Inicialmente, pense nos Pontos Fortes da sua empresa. O que ela realmente faz muito bem? Quais evidências você tem para estas provas de conceitos que você criou? O que garante excelentes críticas dos seus clientes? Escreva essas coisas. Como mencionamos anteriormente, você não precisa fazer isto baseado em sentimentos subjetivos. Obtenha informações do seu atual plano de marketing, bem como de analistas do seu ramo de atividades e de depoimentos dos seus clientes.

A seguir veem as Fraquezas. Agora, como profissionais de marketing, estamos ligados em achar, constantemente, algo favorável. Mas, aqui, caia na real e seja sincero sobre o que não funciona tão bem na sua empresa. Escreva isso. Volte também para as revisões e feedback dos seus clientes – quais são as queixas ou problemas comuns? Sobre o que a sua equipe de sucesso ou suporte aos clientes recebe de reclamações? Escreva isso também. Você não precisa ser muito minuciosos, mas identifique com precisão os seus pontos problemáticos.

As Oportunidades são divertidas. Elas podem ser inspiradoras – como potenciais clientes que você não está atingindo. Aqui, identifique também as possibilidades de expansão. Por exemplo, você tem clientes que mencionaram algo que eles realmente querem, ou que você fez um brainstorm de grandes ideias, que ainda não compartilhou? Anote-as. Este é o seu espaço para sonhar, portanto faça isso.

Finalmente, as Ameaças. Quais coisas potenciais ou reais podem ameaçar a sua empresa? Isto pode ser qualquer coisa desde alguém roubar a sua ideia (você possui uma patente?), até um desastre econômico, que pode impactar o seu bom mercado inelástico, até um CEO de mau temperamento. Algumas destas coisas você pode ser capaz de prever – outras, você nem pode, ao menos começar a imaginar. Mas, tente pensar em alguns cenários desastrosos e os descreva. E, novamente, seja realista. Não vale a pena esconder a verdade de você mesmo.

Uma análise SWOT para a sua estratégia de automação de marketing B2B

Se você estiver criando uma análise SWOT para a sua plataforma de automação de marketing, um ponto forte pode ser você ter integrado a sua plataforma de automação de marketing com o seu CRM, ou melhor ainda, ter uma plataforma all-in-one, com automação de marketing e CRM na mesma plataforma, como é o caso da SharpSpring, plataforma da qual somos agência parceira.

Se você estiver fazendo uma análise SWOT da sua estratégia de automação de marketing, uma fraqueza é que você está subutilizando as funções da plataforma. Isto pode ser não configurar a demografia das contas, e segmentar as suas listas baseado em comportamento. Pode ser não criar programas automáticos de nutrição baseados nas listas segmentadas, para que você esteja nutrindo tomadores de decisão, influenciadores e pessoas que estão esperando comprar hoje de maneira diferente.

Uma das maiores ameaças da sua estratégia de automação de marketing é não usar este produto, ou não integra-lo com o seu CRM, e deixar de conectar os seus esforços de marketing com as vendas e ver o retorno sobre o investimento (ROI). Outra ameaça pode ser prender-se à tecnologia, a um fornecedor que não está motivado a inovar, ou a abordar as suas necessidades específicas.

Saiba o que fazer com a sua análise SWOT

Você fez um bom trabalho ao completar a sua análise SWOT para a sua configuração da automação de marketing, ou para o que você escolheu para examinar. Agora, vá esticar as suas pernas por um momento, tome um café e volte para a sua análise. Olhe a sua lista e veja o que se destaca. Faça um circulo em todos esses itens importantes. Trace linhas e estabeleça correlações entre os quadrantes. Faça anotações nas margens. Faça um brainstorm das grandes e pequenas ideias.

Uma Oportunidade na sua análise SWOT para a sua estratégia de automação de marketing é usar a sua plataforma em toda a jornada dos clientes e em todo o marketing. Está você usando a plataforma para gerar novos leads, mas também para manter os atuais clientes engajados e fidelizados? Você está criando programas automáticos para nutrir os seus clientes, garantindo ajuda-los com sucesso a conhecer melhor os seus produtos ou serviços? À medida que eles engajarem cada vez mais, seja participando de um webinar para clientes, ou baixando um guia de melhores práticas, você poderá atribuir a eles uma pontuação de lead, para que eles se tornem advogados da marca e futura fonte de referências, bem como prepara-los para renovações e vendas de maior volume.

A análise SWOT pode ser uma grande ferramenta para ajuda-lo a melhor conhecer a sua estratégia de automação de marketing ou simplesmente para gerar novas ideias. Esses resultados da análise SWOT também podem ser de grande valia para a equipe de vendas. Compartilhe os resultados para transformar a sua atividade em ação conjunta entre marketing e vendas (e com a equipe de sucesso ao cliente se elas não fizerem parte da sua equipe de marketing).

Não jogo fora as ideias obtidas durante a sua análise, sejam elas sobre novos produtos e serviços, oportunidades para os clientes, estratagemas de marketing, slogans de campanhas, ou realocações de pessoal. O ponto de realizar uma análise SWOT é fazer um inventário e obter novas ideias, portanto, aproveite essa energia e bom trabalho.

Adicione a análise SWOT aos seus exercícios regulares de marketing.

Pense sobre a análise SWOT como um exercício recorrente, que precisa ser feita pelo menos uma vez por ano. Você poderá ser surpreendido sobre como cada iteração poderá ajuda-lo a obter novos conhecimentos e ajuda-lo a ajustar, de forma consistente, a sua estratégia de automação de marketing (ou da sua empresa, da sua marca, dos seus produtos ou serviços).

Precisa de ajuda com a análise SWOT da sua estratégia de automação de marketing? Agende uma assessoria gratuita conosco hoje mesmo, clicando aqui.

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário

* Ao realizar este comentário você concorda com a nossa política de privacidade.