fbpx
HyTrade Inbound Marketing

11 lições de marketing aprendidas de Hollywood

por HyTrade

Por Amy Duchene

Aqui em Los Angeles, nós acabamos de passar pela temporada dos prêmios, culminando com a 89º premiação da Academia de Cinema. A cerimônia dos “Oscars” é a maior noite do ano em LA, a cidade que eu chamei de meu lar, durante mais de cinco anos. LA é a segunda maior cidade dos Estados Unidos e uma das mais influenciadoras do mundo.

Provavelmente, você sabe quais premiações ocorrem em Los Angeles. O que você pode não saber é que “Hollywood” não é apenas um lugar, mas também é um adjetivo – e um estado de espírito. A cidade regurgita lições sobre imagens e estilo de vida, de uma maneira que é impossível de evitar. Abaixo do brilho e do glamour, há também muito que aprender sobre marketing.

Veja 11 lições que eu aprendi durante o tempo em que vivi em Los Angeles, que também servem como conselhos sobre marketing.

1. Todos conhecem alguém

O adágio é verdade – todos nesta cidade conhecem pelo menos alguém que está no “negócio” (cinema). É claro que isto pode levar a nepotismo, mas, também pode levar a excelentes conexões e projetos.

Por causa disto (e por que, em geral, esta é a coisa certa a fazer), uma boa regra é ser gentil, genuíno e atencioso com todos que você conhecer – seja no trabalho, em eventos sociais, ou até na academia de ginástica. Você nunca sabe quem eles são – ou quem eles conhecem. A mesma coisa vale para o marketing, certo? Nós nunca sabemos quem vamos encontrar em um evento comercial, ou online. Essas pessoas podem ser o nosso próximo cliente, ou um profissional de marketing influente.

2. Todos somos contadores de histórias

Do caixa da loja, ao pastor (padre), ou até ao instrutor de ginástica, todos temos histórias ardendo em chamas dentro de nós. Aqui, contar histórias está no ar. Nós vemos eventos da nossa vida através de um arco de uma narrativa e de uma lente cinematográfica. Em retrospectiva, nós fazemos correlações e notamos prenúncios e maravilhas (algumas vezes em voz alta) quando estivermos nos Atos 1, 2, ou 3 de uma história que está se desenrolando em nossas vidas.

Recentemente, eu finalmente peguei uma cópia do guia do roteiro clássico “Save the Cat”, de Blake Snyder. Nas costas dele há um glossário útil sobre o vocabulário usado na área 310 (o código de área de LA). Este glossário também é útil para aqueles que estão no marketing, independentemente do código da área na qual vivemos. Por quê? Por que contar histórias é ter um momento no marketing e na publicidade. Desde a Volvo, à Levi’s, à P&G, grandes marcas estão claramente produzindo storyboards, arqueando e criando narrativas de enredos para a sua publicidade. Vale a pena gastar 30 minutos para estudar os grandes anúncios (especialmente aqueles que foram recentemente produzidos para o Supre Bowl – a final do campeonato de futebol americano) e aprender com os exemplos.

Além de Save the cat (Salve o gato), há um punhado de outros livros sobre contar histórias que constituem a caixa de ferramentas de um escritor de LA – basicamente, eles formam parte da nossa entrada da cidade. Eles incluem “Story. Substância, Estrutura, Estilo e os Princípios da Escrita de Roteiro” de Robert McKee, “A Jornada do Escritor”, de Christopher Vogler e “Sobre a Escrita”, de Stephen King.

3. Todas as histórias precisam de um ‘gancho’

Quando você produzir a sua história, você precisará vendê-la. A dura verdade é que, nesta cidade, é muito difícil vender um roteiro que não tenha apelo comercial; da mesma forma, você não consegue vender um produto sem um bom gancho.

Portanto, também no marketing é crítico gastar tempo pensando sobre o gancho do seu produto. Quais necessidades o produto satisfaz? Qual lacuna do mercado ele preenche? Para qual nicho – ou para qual massa – ele é atrativo? Esmiúce esses detalhes e leve-os adiante nas suas campanhas de marketing.

4. Você precisa sempre ter a sua apresentação pronta

Aqui na La La Land, você nunca sabe quando precisará explicar para alguém em que você está trabalhando. Por exemplo, se você estiver no ramo dos serviços de alimentação, ou se você for um motorista de carros, é altamente possível que você acabe ficando na proximidade de um quentíssimo diretor de cinema, que seria a pessoa perfeita para dirigir o seu roteiro. Você está preparado para falar com ele sobre o seu projeto?

Isto também é verdade no marketing. Você pode cruzar com o seu CEO na fila do café, ou estar junto com parceiros potenciais de marketing num evento.

Portanto, é essencial que você esteja pronto para falar sobre o projeto no qual você está trabalhando, e por que você está tão animado, e de que você precisa para termina-lo com sucesso. Você nunca sabe quem pode estar na virada da esquina para ajuda-lo.

Uma precaução, procure ver a situação como ela é. Apenas por ter visto a pessoa ideal para trabalhar no seu projeto, isto não quer dizer que você deva atravessar a rua e força-lo a parar para conversar com você. Use tato e tática. Preste atenção à linguagem corporal – esse indivíduo parece estar aberto a conversar, ou não? Você não deve desperdiçar o seu único tiro (a sua única oportunidade) fazendo uma besteira.

5. Você precisa prestar atenção ao tráfico

LA é famosa pela sua dependência de carros – e pelo seu tráfico infame e terrível. O congestionamento de carros nos faz chegar atrasados aos compromissos, nos deixa com raiva e coloca marcas em nossos carros (cada um dos nossos carros foi atingido quando nós vivemos aqui). Você precisa prestar atenção em quem está indo aonde e manter os seus olhos no tráfico o tempo todo.

Da mesma forma, você precisa prestar atenção ao tráfico do seu projeto, campanha, ou website. Você sabe de onde vem o seu tráfico (tráfico direto ou encaminhamentos), ou quando e com que rapidez ele sai (taxa de rejeição)? Quanto tráfico cada seção do seu website está recebendo? Preste atenção a esses sinais de tráfico.

6. As pessoas falam

Seja sobre ser vegano, ou para protestar, ou sobre um projeto, em LA você muito provavelmente ouvirá algo sobre as coisas que mexem com as pessoas, ou nas quais elas gastam o seu tempo. Certamente, o pessoal de Hollywood é especialista em espalhar boatos, mas ele também é excelente em provocar conscientização (sensibilizar uma audiência). Eles querem contar sobre a próxima coisa legal para todos os seus amigos.

Se o seu produto (ou solução) puder ser essa próxima coisa legal – se isto sair da boca das pessoas durante a próxima espera na fila do supermercado, ou na festa do próximo sábado – você garantirá o poder da disseminação do marketing boca a boca. Isto não tem preço e, frequentemente, é barato. Faça um ótimo produto e crie uma fantástica campanha de marketing, sobre a qual as pessoas gostarão de falar.

7. Realizar a sua arte é uma forma de vida

Desde as aulas da escola de atores, a workshops sobre escrever roteiros, até às lições de impostação de voz, quase todas as pessoas que eu conheço em LA estão matriculadas em algum tipo de curso de aprimoramento a cada ano. Faz parte da cultura investir em nós mesmos, seguir adiante, lutando e aprendendo.

O que tal se isso também fizesse parte da nossa cultura como profissionais de marketing? E se nós, de maneira intencional, reservássemos algum tempo de nossa vida ocupada para estudar e aprender – sobre uma nova ferramenta da mídia social, ou uma técnica de psicologia, etc. Você pode começar a fazer isto, estabelecendo uma meta de se inscrever pelo menos numa conferência, num workshop, ou num evento online por ano.

8. Nós nos movemos constantemente

Muitos moradores de LA têm diversos trabalhos em tempo parcial – e eu também. Aqui, um trabalho em tempo integral não é tão comum. É perfeitamente legítimo e possível equilibrar duas ou três atividades, para que as coisas deem certo (desde que você consiga se locomover adequadamente). Os moradores de LA também mudam bastante, em virtude de mudança de trabalho e de apartamentos serem colocados à venda, e coisas deste tipo. Nós estamos constantemente mudando de uma coisa para a seguinte.

E o que isso tem a ver com o marketing? Um elemento chave de um profissional de marketing é ter a capacidade de ser ágil. Nós precisamos ser capazes de nos movermos para apoiar diversos projetos. Nós também precisamos ter o lado direito e o esquerdo do cérebro, sermos criativos e analíticos, para termos sucesso.

9. Todos nós temos alguma confusão

Aqui em Hollywood, nós trabalhamos incansavelmente, nos nossos trabalhos durante o dia, que mantêm as luzes acesas, como também “naquela confusão à parte”, que mora em nosso coração. Essa coisa pode ser o próximo grande filme, novela, ou peça de teatro. Talvez seja uma produtora, ou uma pequena startup.

Todavia, eu digo para esquecer a ideia de “não pedir demissão do seu trabalho diário”. O trabalho diário é uma importante peça do quebra-cabeças. É claro que este trabalho traz dinheiro – mas, ele também serve como uma boa maneira de esclarecer o que nós realmente queremos fazer com a nossa vida. Isto nos mantem focados e compartimentalizados para realizar coisas, nos força a sermos prolíficos e nos oferece novos modos de pensar. Diversas vezes eu ouvi meus amigos criativos dizerem que eles precisam de ambos os lados da espada – o trabalho que nos paga bem e o projeto que caminha paralelamente – para mantê-los em equilíbrio e focados em seguir adiante.

Portanto, qual é a sua confusão à parte? Se você não tiver uma, você é capaz de começar uma? Existe um projeto que você gostaria de começar – ou talvez uma ideia sobre um negócio paralelo? Eu posso quase garantir que ter alguma confusão em alguma área da sua vida produzirá um efeito cascata sobre a sua atividade de marketing. Você verá as coisas sob diferentes perspectivas, isto o forçará a tomar decisões rápidas e instintivas, e fará a sua criatividade florescer.

10. Os nossos sonhos são grandiosos

Aqui há uma energia que não tem paralelo. As pessoas têm ideias e sonham – e então sonham mais ainda. Mesmo quando as coisas não forem práticas.

Como uma profissional de marketing, eu o encorajo a continuar sonhando. E permita-se também tirar algumas folgas. Um dos profissionais de marketing mais sábio, que é também um dos melhores mentores que eu conheço, aconselhou-me anteriormente a reservar algum tempo no meu calendário para “pensar”. Tente fazer isto. É nestes momentos de quietude, quando nós não estamos passeando por aí, que os nossos cérebros se desenrolam e funcionam. É por isso que tantas grandes ideias vêm quando estamos guiando, tomando banho e passeando pela vizinhança. Algumas das melhores ideias – as mais criativas, divertidas e eficazes que eu tive – vieram dessas ocasiões em que eu não estava fazendo “nada”.

11. Aqui há mágica

Algumas das peças de arte (ou filmes, ou música) mais atemporais, lindas e inspiradoras tiveram a sua história original neste lugar. Hollywood pode, tecnicamente, estar 30 e poucas milhas ao norte do Magic Kingdom (Reino Mágico da Disneyland), mas esta cidade é o seu próprio reino de mágica. Eu tenho certeza de que aqui há algo especial no ar (e não é mais a poluição; este problema foi consideravelmente bem resolvido nos últimos anos).

Mas a mágica não está apenas aqui em Hollywood. Se você prestar atenção – se você insistir, tentar e deixar espaço no seu cérebro e permitir-se sonhar – você poderá encontrar mágica para infundir no seu marketing… e também na sua vida.

[wt_divider_dotted margin_top=”20″ margin_bottom=”20″]

Materiais para você baixar!

[wt_portfolio column=”2″ ids=”2982,769″ desc=”false” category=”false” more=”false” moreText=”Leia Mais »” order=”DESC”]

Sobre a autora: Amy Duchene é uma escritora com mais de uma década de experiência no marketing B2B para uma enorme empresa de software, localizada noroeste da costa do Pacífico. Fora deste trabalho, ela escreve ficção (principalmente novelas para jovens e adultos) e ama molhar os seus pés nas águas do Oceano Pacífico.

Fonte: Act-On Software

Tradução: Fernando B. T. Leite

® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.

 

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário

* Ao realizar este comentário você concorda com a nossa política de privacidade.

Utilizamos cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para lhe enviar informação relacionada com as suas preferências, segundo os seus hábitos e o seu perfil. Para mais informações, você pode visitar a nossa Política de Privacidade Ok Política de Privacidade