fbpx
HyTrade Inbound Marketing

6 dicas de sobrevivência na ilha do marketing de conteúdo

por dionei

Por Kevin Rice

Sendo um profissional emergente de marketing de conteúdo em serviços financeiros, um ramo não tipicamente renomado pelas suas práticas de marketing criativo, eu me sinto, às vezes, um pouco como Tom Hanks no filme Castaway – no Brasil chamado Náufrago − (filme em que Tom Hanks interpreta o papel de Chuck Noland, um analista de sistemas da FedEx que, depois de um desastre aéreo, fica isolado numa ilha inabitada do Oceano Pacífico por vários anos). Vestido com um trapo, barbudo e, cada vez mais, apegando-me a uma bola de voleyball (no mencionado filme, da marca Wilson, que Tom Hanks chama de Wilson, como se fosse o nome de uma pessoa − no filme, ele desenha um rosto humano na bola) para fugir da solidão.

Sim, carregar a bandeira do marketing de conteúdo numa organização pode ser uma posição solitária, se você não der alguns passos importantes ao longo do caminho. Portanto, eu gostaria de compartilhar com você 6 dicas, que aprendi ao longo da minha jornada, e que irão ajuda-lo a sobreviver e, até mesmo prosperar, na ilha do marketing de conteúdo.

Dica 1: Ache um amigo

Ao contrário de Tom Hanks, você deve evitar desenvolver um relacionamento pouco saudável com o seu equipamento esportivo. É importante descobrir a sua tribo, entretanto, um dos passos mais importantes, a ser dado na sua jornada para se tornar um profissional de marketing de sucesso, é obter o apoio da gerência sênior. Particularmente, se você trabalhar num ramo que tipicamente não está na vanguarda do marketing criativo, você precisará da aquiescência da sua equipe executiva para fazer a sua estratégia decolar.

Acredite ou não, o “marketing de conteúdo” é um termo pouco conhecido pela maioria das pessoas que estão fora da esfera do marketing. O conceito de desenvolver conteúdo que conta [alguma coisa ou alguma história] (CQC), versus conteúdo que vende (CQV) é inteiramente estranho para a maioria das pessoas. Para sobreviver nesta ilha, você precisa de amigos nos altos escalões e a melhor maneira de fazer isto é…

Dica 2: Construir um abrigo

6 dicas de sobrevivencia na ilha do marketing de conteudo IUma estratégia bem pensada e focada será o seu abrigo na ilha do marketing de conteúdo. Um abrigo serve como um acampamento e um refúgio quando o clima piora. Da mesma forma, você precisa de uma estratégia de conteúdo para estabelecer as suas atividades diárias, semanais e mensais do marketing de conteúdo e para evitar que você saia do percurso em virtude de eventos externos ocorridos no seu ramo de atividades.

Portanto, como você traz a sua equipe de gerência sênior para fixar residência no seu campo e adotar a bandeira do marketing de conteúdo? Como quase tudo o mais no mundo empresarial, você precisa ligar a estratégia a resultados significativos. Na maioria das empresas, isto quer dizer vendas.

Veja, a seguir, um processo simples de três passos que você pode seguir para desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo que trará a equipe de gerência sênior para o seu campo:

1. Identifique os desafios da empresa. Que desafios de vendas têm causado dificuldades para a sua empresa? Má classificação de SEO? Revisões negativas do negócio? Prospectos que se mantêm presos às mesmas objeções? Identifique os pontos dolorosos dentro da sua organização, relacionados à geração de receita.

2. Conheça a si próprio e conheça os seus clientes. O grande marketing de conteúdo vive na intersecção entre a proposição de valores da sua empresa e os pontos dolorosos dos seus clientes. Saiba o que a sua empresa faz melhor que outra qualquer e saiba que você está exclusivamente posicionado para satisfazer as necessidades e preocupações diárias dos seus clientes. Como você faz para descobrir quais são os pontos dolorosos? No mundo atual, há uma pletora de pesquisas de terceiros que você provavelmente poderá encontrar. Se não, procure internamente, fale com o seu pessoal de vendas, que está na fronteira dos contatos todos os dias.

3. Junte tudo isso. Uma vez que você identificar quais são os desafios da sua empresa, a sua proposição exclusiva de valores e os principais pontos dolorosos da sua clientela, feche o circuito. Discuta como a sua estratégia de marketing de conteúdo satisfará os desafios do negócio da sua empresa e então identifique as métricas que você usará para descobrir a sua eficácia. Desenvolva metas INTELIGENTES – específicas, mensuráveis, acionáveis, realísticas e relacionadas ao tempo.

Leva tempo e esforço para desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo, mas você ficará feliz por ter feito isso. É a melhor maneira para trazer a gerência sênior para o seu campo.

Dica 3: Poupe tudo que puder

Eu me lembro de ter aprendido, quando criança, um ditado que me prendeu à minha carreira de marketing: diminua, reutilize, recicle. Às vezes, as melhores fontes de conteúdo para nova estratégia de marketing de conteúdo são colaterais, que você já teve nas suas prateleiras.

Aquela velha peça de liderança de pensamento que o seu CEO escreveu e que gerou uma tonelada de chamadas internas? Use resumos como as pedras fundamentais para blog posts que expandem a ideia. A apresentação que fez tanto sucesso na sua última conferência relacionada ao seu ramo de atividades? Recicle-a sob a forma de SlideShare (dispositivos para compartilhamento), que podem ser acessados a pedido. Reusar e reciclar conteúdo, que você já sabe que é eficaz, diminuirá a quantidade de tempo e de esforço que você e a sua equipe têm para gastar na geração de novo conteúdo. Aumentar a eficiência do seu conteúdo o ajudará a sobreviver como um profissional de marketing de conteúdo num mundo com tempo e recursos limitados.

Dica 4: Siga a regra dos três

Por falar de eficácia, quando você precisar criar conteúdo partindo do zero, tenha certeza de obter o máximo impacto pelo seu dinheiro gasto no marketing de conteúdo. Na natureza, você pode sobreviver três dias sem água e três semanas sem comida. Na ilha do marketing de conteúdo, você precisa ter a certeza de apresentar novo conteúdo em pelo menos três canais diferentes. Em outras palavras, se você desenvolver um formidável novo documento, você deve garantir destaca-lo em blog posts, na mídia social, através de uma campanha dirigida de e-mails, etc. Este é outro passo que fará os seus esforços serem tão eficazes quanto possível.

Dica 5: Ache uma fonte de água

Assim como a água é a força motriz de toda a vida na terra, as ideias são a força vital para os seus esforços de marketing de conteúdo. Além de procurar internamente, há uma tonelada de recursos na web que você pode usar para manter cheio o seu duto de abastecimentos de ideias e muitas delas são gratuitas. Veja, a seguir, uma lista de alguns destes recursos:

✔ Feedly: Um leitor gratuito de RSS que você pode usar para agregar conteúdo dos blogs, notícias, sites e publicações que você segue. Ao invés de subscrever listas e de receber múltiplos e-mails todos os dias, você pode afunilar todo o conteúdo relacionado em arquivos para rápida revisão. Você pode até mesmo adicionar o Google Alerts para as palavras chave que você está rastreando (particularmente importante para SEO e/ou para a gerência de reputação).

✔ Hootsuite: Indiscutivelmente, não há melhor fonte de ideias de conteúdo que os seus clientes e a concorrência. Se você estiver seguindo-os na mídia social, porque visitar vários diferentes sites para ver o que eles estão compartilhando? Com o Hootsuite, você coloca todas a suas contas sociais numa só plataforma para o gerenciamento. As suas contas gratuitas permitem que você acrescente três perfis sociais antes que você atinja o patamar de pagamento.

✔ Storify: Na realidade, uma ferramenta híbrida para descobrir e criar. É uma simples plataforma, na qual você pode descobrir, curar e colocar conteúdo. A Storify é particularmente útil se você citar frequentemente fontes externas. E se você estiver interessado em maximizar eficiência, esta ferramenta também pode ser integrada ao Hootsuite.

Dica 6: Faça uma fogueira

A água é a fonte da vida, mas o fogo é o que deu à humanidade o controle do mundo. Em termos do marketing de conteúdo, as ferramentas que você usa serão fatores importantes para determinar qual é o calor das suas chamas de conteúdo. A melhor maneira de garantir uma chama constante é desenvolver um processo ajudado por ferramentas para desenvolvimento de conteúdo e colaboração, tais como:

✔ Google Docs: Se a sua empresa já não usa os Google Apps for Work (aplicativos Google para trabalhar), está na hora de você entrar em contato com o seu departamento de TI. Esta plataforma realmente se desenvolveu desde o começo e eu acredito que ela é a melhor plataforma existente de colaboração para documentos.

✔ Evernote: Em algum momento, acredite ou não, você realmente terá mais ideias de conteúdo que você saberá o que fazer com elas. Evernote é uma grande maneira de organizar, rotular e de arquivar as suas notas, artigos de referência e posts para desenvolvimento futuro. Se você usar o navegador Chrome, tenha a certeza de instalar o Evernote Web Clipper para facilitar o arquivamento.

✔ Smartsheet: Esta ferramenta é essencialmente uma spreadsheet (planilha) que toma hormônios esteroides, mas um dos melhores usos para ela é a gerência de projetos/processos. Na minha atual empresa, nós a usamos para simplificar a revisão de conteúdo e o comprometimento do fluxo de aprovação, bem como para programar o envio do nosso conteúdo. Se você trabalhar num ramo de atividades fortemente regulamentado, como a de serviços financeiros, ou de saúde, este é definitivamente um recurso que você deve examinar.

A ilha do marketing de conteúdo pode ser um lugar assustador. Mas, usando essas seis dicas, você tem uma chance muito maior de sobreviver. Talvez você até encontre uma tribo de blogueiros que o transformem no seu rei.

Crédito ao The Telegraph pelas dicas de sobrevivência da vida real que inspiraram este artigo.

Começando em marketing de conteúdo? Baixe gratuitamente o nosso e-Book:

Como criar uma estratégia vencedora de marketing de conteúdo

Sobre o autor: Kevin Rice chefia o marketing de uma empresa de serviços financeiros de consultoria imobiliária sediada em Nova Iorque. Ele também escreve o blog November6 Marketing, e você pode segui-lo no Twitter @nov6marketing.

Fonte: Act-On Software

Tradução e edição: Fernando B. T. Leite

Foto de capa: Tyler Olson

Act-On agency partner logo® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário

* Ao realizar este comentário você concorda com a nossa política de privacidade.