fbpx
HyTrade Inbound Marketing

5 previsões de marketing de conteúdo para 2017

por HyTrade

Por Nicki Howell

O ano novo chegou, e quando os profissionais de marketing olham para trás e refletem sobre o ano anterior – o que funcionou e o que não funcionou – nós também olhamos adiante.

Como um grupo, os profissionais de marketing estão se desempenhando muito bem com o marketing de conteúdo. Sessenta e dois por cento dos profissionais de marketing B2B dizem que tiveram mais sucesso em 2016, que no ano anterior. Mas, assim mesmo, é bom olhar para as futuras tendências.

Quais mudanças devem impactar em 2017, e como isto afetará os seus planos? Veja cinco previsões de marketing de conteúdo a serem observadas neste novo ano.

1. Os vídeos dominarão o mercado.

Mark Zuckerberg disse que “Eu acho que os vídeos são uma megatendência, quase tão grande quanto à dos dispositivos móveis”. E ele está certo, por que, em 2017, espera-se que o vídeo marketing explodirá. As previsões dizem que 74 por cento de todo o tráfico neste ano será gerado por vídeos.

Além disso, 52 por cento dos profissionais de marketing apontam os vídeos como o tipo de conteúdo que terá o melhor ROI. Você não tem certeza de por onde começar? Verifique os seguintes locais onde colocar o seu conteúdo de vídeo:

  • Landing pages. A Unbounce relata que incluir um vídeo numa landing page aumenta as conversões até em 80 por cento. Use os vídeos para abordar o principal ponto doloroso do mercado alvo, apresente a sua solução e feche com uma atraente chamada para ação.
  • Vídeos do centro de recursos. O website da sua empresa tem uma página de recursos, que destaca whitepapers, estudos de casos e outros tipos de conteúdo educativo? Se tiver, adicione alguns ativos de vídeo. Por exemplo, tutoriais e vídeos do tipo “como fazer” são grandes adições.
  • Comunicações por e-mail. Você está se comunicando com os clientes ou prospectos através de programas de e-mail marketing? Se a resposta for sim, inclua vídeos para produzir maior impacto. Pesquisas mostram que os vídeos produzem um aumento de 20 por cento das taxas de abertura de e-mails, além de maiores taxas de cliques.
  • Promova ofertas especiais. Os clientes e prospectos recebem todos os dias uma enorme quantidade de e-mails promocionais. Os vídeos ajudam a se destacar no meio da bagunça.

2. O uso da mídia de transmissão ao vivo aumentará.

Os vídeos representarão um papel importante no futuro do marketing, e uma faceta desse crescimento é a tendência da mídia de transmissão ao vivo. Por exemplo, o YouTube lançou recentemente capacidade de transmissão ao vivo através de E3, que capturou rapidamente 8 milhões de visualizações em apenas 12 curtas horas.

Esta forma de marketing permite que você engaje com maior impacto e numa escala mais ampla. Veja algumas ideias para usar a transmissão ao vivo nos seus esforços de marketing de 2017.

  • Suporte aos clientes e perguntas e respostas. Por exemplo, o provedor de serviços de e-mail marketing AWeber usa este tipo de ferramenta de marketing para reservar horários de escritório para responder perguntas dos clientes.
  • Lançamentos de novos produtos. Recentemente, a General Motors tornou-se a primeira marca automotiva a usar as transmissões ao vivo, via Facebook, quando este fabricante de automóveis lançou o seu novo Chevy Volt EV.
previsões de marketing

Transmissão ao vivo da General Motors no Facebook

  • Transmissões de influenciadores e de parceiros. Por exemplo, a SAP fez uma parceria com influenciadores chave cinco dias antes do Super Bowl. Em cada dia, a transmissão era feita por novo influenciador e, essencialmente, esta empresa contou a sua história através de cada um deles.
  • Eventos ao vivo. As marcas usam este tipo de capacidade de transmissão ao vivo para diversos eventos ao vivo, como apresentações, espetáculos e até demonstrações. Por exemplo, a Spotify usa as transmissões ao vivo para apresentações musicais.

3. Os formatos mudarão.

No passado, blogs, e-books e outros tipos de conteúdo escrito reinavam supremos. Este conteúdo ajudou os profissionais de marketing obter mais leads para, ultimamente, alimentar futuras vendas. Definitivamente, esses ativos terão um lugar em 2017, você pode esperar que outros formatos cresçam em popularidade.

À medida que o conteúdo visual se tornar mais impactante, nos próximos meses as máquinas de busca ficarão mais avançadas ao ler este tipo de conteúdo, que representará um papel importante nos resultados das buscas. Por exemplo, os profissionais de marketing criarão mais memes, gifs e infográficos, e compartilharão essas peças de conteúdo através da mídia social, para gerar mais interesse e engajamento.

4. Os profissionais de marketing usarão uma quantidade cada vez maior de conteúdo gerado pelos usuários.

Nós destacamos o crescimento do conteúdo visual e dos vídeos neste novo ano, mas, quais outras tendências estarão no horizonte? O conteúdo gerado pelos usuários, cuja popularidade já está aumentando, continuará a crescer firmemente. Por quê?

O marketing de conteúdo é altamente eficaz, mas a realidade é que os clientes estão diante de uma sobrecarga de conteúdo. Mais de 400 horas de vídeo são carregadas no YouTube por minuto, 10 bilhões de visualizações são postadas diariamente no Snapchat e mais de 8 bilhões de visualizações de vídeos por dia são feitas no Facebook. O conteúdo gerado pelos usuários não apenas o ajuda a se destacar no meio da confusão, como também é impactante. Verifique algumas rápidas estatísticas:

  • 70 por cento dos consumidores colocam as recomendações e as revisões de pares acima do conteúdo escrito por profissionais.
  • Os consumidores com idade entre 25 e 54 anos são os maiores produtores de conteúdo, contribuindo com 70 por cento de todo o conteúdo gerado pelos usuários.
  • 20 por cento dos resultados de busca para as 20 maiores marcas do mundo são ligados a conteúdo gerado pelos usuários.

Em primeiro lugar, vamos definir o que qualifica um conteúdo gerado por um usuário, por que alguns profissionais de marketing ainda não tentaram esta estratégia. Basicamente, é o conteúdo criado pela sua audiência. Ele pode incluir qualquer coisa, desde revisões, a mídia social, a testemunhos, a blog posts. Mas, como podem as marcas encorajar a criação deste tipo de conteúdo? Veja algumas ideias:

  • Realize concursos. Por exemplo, a Starbucks realizou um “White Cup Contest” (Concurso do Copo Branco), no qual os consumidores foram solicitados a desenhar os seus copos e submeter as imagens. Um copo de edição limitada seria fabricada com a imagem vencedora.
previsões de marketing

Concurso White Cup da Starbucks

  • Peça histórias. A Target pediu aos clientes para submeter vídeos deles mesmos abrindo uma carta de aceitação de um curso universitário. Os melhores vídeos apareceram num comercial, o que ajudou este varejista a chamar a atenção para o seu compromisso com a educação.

previsões de marketing

  • Crie estudos de caso em vídeo. Como dissemos, o vídeo marketing continuará a crescer, e, uma grande maneira de alavancar esta estratégia, é combina-la com conteúdo gerado pelos usuários, produzindo vídeos de estudos de caso. Deixe os clientes compartilhar o impacto que o seu produto ou serviço causou nas empresas deles.
  • Pegue carona em campanhas de influenciadores. O marketing do influenciador é altamente impactante, e, quando você cria em conjunto com aqueles que usam os seus produtos e serviços, e têm presença online, você pode maximizar os resultados (veja mais sobre o marketing do influenciador a seguir).

O melhor conteúdo gerado pelos usuários irá variar com base na sua audiência e em diversos outros fatores, portanto, tente algo novo e teste-o. Às vezes você precisará insistir, mas ao fazer isto, você poderá descobrir quais estratégias produzem o máximo de resultados.

5. O marketing do influenciador crescerá.

Quando os profissionais de marketing perceberem que o seu próprio pessoal não tem suficiente influência sobre os clientes, eles procurarão ajuda fora da empresa para empurrar o ponteiro e gerar maiores resultados. Quando eles tiverem obtido bons resultados, os profissionais de marketing descobrirão que o marketing do influenciador é muito eficaz e, consequentemente, expandirá os seus orçamentos.

Por exemplo, 94 por cento dos profissionais de marketing que usam esta tática dizem que ela é eficaz. Atualmente, os profissionais de marketing gastam por volta de 25.000 a 50.000 dólares por programa de marketing do influenciador. Espera-se que esses números dobrem no próximo ano – por um motivo muito bom. Em média, por cada dólar gasto, os profissionais de marketing têm um retorno de 6,50 dólares. Veja algumas dicas para criar, com sucesso, um programa de marketing do influenciador.

  • Defina a sua audiência alvo. Em primeiro lugar, você precisa decidir em qual personagem de comprador você irá mirar esta estratégia de marketing. Isto impactará diretamente quais influenciadores você selecionar.
  • Localize os melhores influenciadores. Quem está compartilhando conteúdo que a sua audiência alvo está lendo? Que tipo de seguimento essas pessoas têm nas plataformas sociais e online? Identifique as pessoas que têm maior influência sobre a sua audiência.
  • Observe os influenciadores. Quando você tiver uma lista de influenciadores potenciais, observe as atividades deles. Sobre quais tópicos eles estão escrevendo e compartilhando, e qual é o nível de engajamento das audiências deles?
  • Engaje com os influenciadores. Aja para começar a construir relacionamentos com os influenciadores. Compartilhe o conteúdo deles, comece conversas online, e aprenda quais são, os interesses e as metas deles. Descubra se há potencial para uma parceria mutuamente benéfica.
  • Meça os resultados. Como ocorre com todos os programas, estabeleça metas de ROI e rastreie cuidadosamente os seus resultados.

O marketing do influenciador é altamente impactante, mas tudo se resume em descobrir a sinergia certa entre a marca e o influenciador. Por que, quando você obtiver este equilíbrio, o potencial para conseguir atingir e exceder as metas de ROI é muito alto.

Passando para o ano novo

Os resultados do marketing de conteúdo são excelentes, mas, isto não significa que os profissionais de marketing não possam produzir resultados ainda mais impressionantes o ano novo. À medida que formatos de conteúdo emergirem, as demandas dos clientes mudarem e novas tecnologias chegarem, os profissionais de marketing que tiverem grande agilidade prosperarão.

Ainda assim, no fim do dia, tudo se resume no cliente. Atingir os clientes, forjar relacionamentos e tornar-se uma marca com autoridade no mercado são práticas que ajudarão a construir relacionamentos mais autênticos e significativos com a sua audiência alvo, alimentando o crescimento e a receita.

Quais tendências você prevê para o próximo ano? Compartilhe abaixo os seus pensamentos a previsões.

[wt_divider_dotted margin_top=”20″ margin_bottom=”20″]

Você está pronto para implantar o seu plano de conteúdo? Verifique o nosso e-book para aprender a criar conteúdo de qualidade através de uma estratégia vencedora que atraia potenciais compradores e que crie afinidade pela marca. Ele te ajudará a desenvolver personagens de compradores, a mapear a jornada deles através do ciclo de engajamento até a tomada de decisão e produzir conteúdo que os ajudará em cada estágio dessa jornada.

banner-site-como-criar-uma-estrategia-vencedora

Sobre a Autora: Nicki Howell é uma profissional de marketing de conteúdo B2B, especializada no ramo da tecnologia. Ela ajuda os seus clientes a melhorar as suas taxas de respostas, a comunicar mensagens complexas e a gerar leads de alta qualidade. Você pode conectar com Nicki no LinkedIn, segui-la no Twitter ou aprender mais aqui.

Fonte: Act-On Software

Tradução: Fernando B. T. Leite

Act-On agency partner logo® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.

 

Você também pode gostar desses artigos

1 Comentário

HypeCast #5 – Qual será o futuro da TV e dos vídeos? - HyTrade Inbound Marketing 26 de março de 2022 - 10:06

[…] fabricarem um tablet de 50 polegadas ele será um tablet ou uma televisão? Também falamos sobre a tendência cada vez maior do uso dos serviços de streaming e vídeos online e sobre as notícias recentes de que o Facebook passará a remunerar os produtores de conteúdo, da […]

Responder

Deixe um comentário

* Ao realizar este comentário você concorda com a nossa política de privacidade.