fbpx
HyTrade Inbound Marketing

E-mail cinza: navegando no purgatório dos e-mails

por dionei

Por Patrick Cappy

Com a vasta quantidade de e-mail marketing acontecendo nestes dias, ser notado pode ser mais desafiador que nunca. Mesmo com os melhores esforços – grande redação de textos, imagens inteligentes, títulos emocionantes – os clientes podem perder o interesse e parar de engajar com você (talvez eles tenham comprado outra solução e ela está funcionando, talvez eles tenham comprado um suprimento suficiente para toda a vida, talvez eles tenham mudado para outro departamento com diferentes questões).

Entretanto, há uma área complicada que deve ser abordada quando isto acontecer – esta é a questão do e-mail cinza.

E o que é o e-mail cinza? Simplesmente são e-mails que os seus clientes optaram por receber…, mas que, na realidade, não querem receber. São também os e-mails que caem em algum lugar que fica entre uma mensagem de boas vindas e um spam, que não é de boas vindas (daí a referência ao purgatório).

O e-mail cinza difere do spam de algumas maneiras diferentes:

  • Houve uma opção para recebê-lo, o que indica que o destinatário quer receber o e-mail,
  • Ele é legítimo,
  • Ele tem um conteúdo valioso dirigido ao destinatário,
  • Ele é enviado por uma fonte de boa reputação.

Entretanto, alguns destinatários podem ameaça-lo como sendo lixo eletrônico, outros podem interpreta-lo como e-mails que podem não mais querer, mas nos quais não poriam a etiqueta de spam.

Alguns exemplos de e-mail cinza incluem: newsletters, atualizações de websites/redes sociais, etc. Imagine que você seja membro de um grupo comercial e que esteja feliz de receber todas as comunicações referentes a esse grupo. Agora, imagine que você mude de ramo de atividade. Embora você estivesse anteriormente interessado nas comunicações do grupo comercial, essas comunicações não são mais relevantes ou aplicáveis a você. Elas não são exatamente um spam, mas certamente são e-mails que você não quer mais ver.

Veja um cenário ainda mais comum: vamos dizer que você optou por receber e-mails de uma empresa na qual você tem um leve interesse. Você abriu os primeiros e-mails, mas, gradualmente, perdeu o interesse no decorrer do tempo. Os provedores de serviços de Internet (ISPs = Internet Service Providers) irão gradualmente identificar as suas ações, e começarão a filtrar os e-mails indesejados. É por isso que se uma mensagem que você enviou for identificada como e-mail cinza, ela, muito provavelmente, será encaminhada para uma pasta alternativa (por exemplo, Promoções no Gmail). Logo, em essência, a mensagem foi entregue, mas pode não ter sido vista.

e-mail cinza

Agora, como nós podemos levar esses e-mails do purgatório para a “terra prometida” (a caixa de entrada)? Veja algumas sugestões:

  • Você quer dar aos seus destinatários a chance de gerenciar o que eles recebem de você. Se você estiver enviando correspondência de diferentes departamentos, etc., ela pode estar sendo enviada com muita frequência, tornando mais provável que os destinatários se cansem rapidamente dela. Dando a eles uma oportunidade de decidir o que exatamente eles querem de você (digamos, através de um centro de preferência), o risco da fadiga é menor e a chance de queixas de spam fica reduzida.
  • Pare de enviar para não subscritores, assim que for possível. Você pode legalmente ter um prazo, mas não na mente dos seus destinatários. Se alguém cancelar a subscrição e no dia seguinte receber um e-mail de você, você acha que talvez essa pessoa possa ficar irritada e marcar o seu e-mail como lixo eletrônico? Pode apostar que sim.
  • Segmente as suas listas e realize campanhas de reengajamento de vez em quando, para tentar readquirir esses consumidores que estão em cima da cerca. As validações e a limpeza das listas também são uma boa ideia, pois podem ajudar a manter uma alta higiene dos seus dados.
  • O conteúdo vai longe. Criando continuamente conteúdo valioso, você está deixando os destinatários saber que vale a pena abrir os seus e-mails – o que pode fazer uma diferença no longo prazo.

Tente estas sugestões. Dirigindo o seu marketing mais para os seus destinatários, é muito mais provável que você obtenha engajamento, o que lhe dará uma melhor colocação dos seus e-mails.

… Sem deixar de mencionar mais clientes.

[wt_framed_alt_box borderTopColor=”#dddddd” borderBottomColor=”#dddddd” borderLeftColor=”#DD4A38″ borderRightColor=”#dddddd” borderTopWidth=”1″ borderBottomWidth=”1″ borderLeftWidth=”3″ borderRightWidth=”1″ bgColor=”#eee” rounded=”false”]

[wt_row]
[col-lg-9 col-md-9 col-sm-9]

Quer melhorar a sua entregabilidade?

Conheça os nossos serviços especializados em manutenção de listas.

[/col-lg-9 col-md-9 col-sm-9]

[col-lg-3 col-md-3 col-sm-3]
[wt_margin type=”5″]
[wt_button colorStyle=”pink” size=”medium” type=”small_round” align=”right” className=”margin_20 wt_margin_r_0″ link=”https://www.hytrade.com.br/servicos/servicos-profissionais-em-automacao-de-marketing/manutencao-de-listas/”]Ver Serviços[/wt_button]
[/col-lg-3 col-md-3 col-sm-3]
[/wt_row]

[/wt_framed_alt_box]

 

Sobre o autor: Patrick Cappy é um Analista Sênior de Entrega da Act-On Software.

Fonte: Act-On Software

Tradução: Fernando B. T. Leite

Act-On agency partner logo® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário

* Ao realizar este comentário você concorda com a nossa política de privacidade.